Segundo a Associação Brasileira de Blindagem (Abrablim), 15.145 veículos foram blindados em 2017 no Brasil. O motivo todos sabemos: sensação de insegurança por conta do crescimento da violência urbana em todas as regiões. Em comparação a 2016, a redução foi de 3.720 blindagens. De acordo com o presidente da Abrablin, Marcelo Christiansen, “se por um lado, a crise trouxe como consequência natural a redução no segmento, por outro, ela não foi acentuada justamente porque a instabilidade por vezes vem acompanhada de períodos mais violentos, mantendo a demanda pela proteção”.

O estado de São Paulo liderou as blindagens com 74% da produção. Juntamente com Rio de Janeiro (8,45%), Pernambuco (3,3%), Rio Grande do Sul (2,65%) e Ceará (2,4%), formaram a lista dos cinco estados com mais blindagens. Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Pará, Goiás e Paraná, completaram os 9,2% restantes. Para Christiansen: Esse dado revela que apesar de boa parte se concentrar no estado paulista, a sensação de insegurança é geral, fazendo com que pessoas das regiões Sul e Nordeste também buscassem formas de proteção”.

Com 57% contra 43% das mulheres, os homens representaram a maior parte dos usuários. 40% dos homens possuem faixa etária entre 40 e 49 anos. No que se refere a atividade profissional, 67% são executivos, 14% políticos, 9% juízes, 8% artistas e 2% restantes divididos entre ocupações diversas.

De acordo com o diretor de uma blindadora de São Paulo, a estabilidade de muitas empresas do setor em 2017 foi alcançada apenas por causa da demanda do nicho corporativo. “O aumento foi motivado pelos pedidos de terceirização da frota blindada que as empresas usam para seus altos executivos, bem como para empresas especializadas em locação de blindados, que também têm sido mais demandadas para o serviço de transporte desses profissionais que ocupam grandes cargos no universo empresarial.”

Com preço em torno de R$53.600,00, a blindagem de nível III-A, resistente a disparos de pistolas 9mm e revólveres Magnum .44, foi a mais requisitada e os modelos de veículos mais blindados foram segundo a Abrablin: o Toyota Corolla, o Jeep Compass, o Volvo XC-60, o BMW X1 e, por fim, a Landrover Discovery.

Fonte: http:www.segs.com.br