A multinacional inventora e produtora da fibra Kevlar, “fibra exclusiva que fornece proteção superior” e que é usada na fabricação de 100% das  mantas de aramida da Yellowgard, anunciou na última segunda-feira (19/03), um investimento de US$50 milhões em sua operação global.

De acordo com John Richard, líder de negócios global das marcas Kevlar e Nomex, o investimento é o resultado de uma grande demanda global pelo produto e servirá para a atualização e modernização de equipamentos, a fim de promover não só a melhora na produção, como também qualidade e nos processos de automatização. O investimento, no entanto, não   significará a contratação de mais funcionários, embora a fábrica de Spruance, localizada no condado de Chesterfield, no estado americano da Virginia, tenha contratado 150 pessoas no último ano.

John Richard enfatiza que a empresa está observando um crescimento da demanda em diversos segmentos, tais como: vestuário de policiais, material de proteção para trabalhadores e, talvez o mais conhecido de todos, o segmento automotivo, mais especificamente a blindagem de veículos.

Embora reconheça ser a fábrica de Spruance a maior dentre todas e que certamente será beneficiada por esse investimento, a Dowdupont não divulgou quanto exatamente será investido na mesma, uma vez que a Kevlar é produzida também na Irlanda e no Japão. Os US$50 milhões atuais são a maior quantia investida desde 2007, quando o mesmo valor foi também usado para a expansão da capacidade de produção da Kevlar.

O investimento acontece pouco tempo depois de a empresa anunciar que terminaria a produção da Kevlar na fábrica de Cooper River no condado de Berkeley County no estado da Carolina do Sul. Em setembro último a DuPont, que foi fundada em 1929, completou uma fusão de US$150 bilhões com a Dow Chemical, passando a operar como DowDuPont.

imagem