Custando US$ 2,5 milhões e havendo apenas 9 unidades produzidas por encomenda, o Karlmann King é o SUV mais caro do mundo. De acordo com a opinião de especialistas em automóveis, o design, certamente completamente diferente de todos os modelos dos quais temos conhecimento ao redor do mundo, parece uma combinação de batmóvel com o caça de guerra invisível de nome Stealth.

Construído à mão partir da estrutura da picape Ford F-550, o Karlmann possui preço mais que dez vezes maior que dois dos mais caros SUV do mercado, o Bentley Bentayga e o Lamborghini Urus, de preços por volta de US$245  mil e US$200 mil respectivamente. Para que sejam alcançadas as formas angulares que fazem o modelo parecer um diamante, são necessárias varias horas de moldagem de um material resultante da combinação de aço com fibra de carbono. Por causa do design estilo origami, as quatro portas do Karlmann parecem camufladas na carroceria. Os faróis são LED, ao invés das lâmpadas convencionais.

Se alguém estiver achando o design meio, digamos, extravagante, em termos de luxo o SUV supera todas as expectativas. O espaço é apenas para quatro ocupantes, mas o conforto é extremo. Com tudo controlado por um aplicativo de celular, a iluminação pode ser trocada por, ao menos, quatro diferentes, assim como o Rools-Royce Phantom, o teto fica estrelado e há ainda uma TV de alta definição conectada a um computador Apple e a um video-game Play Station 4. Talvez você esteja sentido falta de algo para beber… pois bem, há um frigobar e uma máquina de café Nespresso.

As características mecânicas são: motor V10 de 6.8 litros de cilindrada, com rendimento de até 395 cv e 64 kgfm de torque. Mesmo com tudo isso, por causa do seu peso de 4,5 toneladas e quase 6m de comprimento, a velocidade máxima não passa dos 140km. O cambio é automático de 6 marchas, a tração é integral, a suspensão é a ar e controlada eletronicamente.

Um último detalhe é que não podemos deixar de chamar atenção é que, mesmo por todo esse preço, não estamos falando de uma veículo blindado, ou seja, quem quiser a blindagem terá que pagar mais caro, mas o valor não é divulgado no site oficial do veículo.

Fonte: IG e The Weekday Newsletter

Imagem