Buscar
  • Manta de Aramida

Caminhões protegidos: segurança para motorista e carga

Atualizado: Mar 25

Devido a grande quantidade de roubos de cargas que ocorrem nas estradas do país já há algum tempo, transportadoras tem investido na blindagem de caminhões. Os principais fatores que levaram à essa opção são – além da proteção do motorista e carga – a diminuição do valor no seguro e eventual eliminação da escolta. Segundo levantamento feito por empresas de transporte de mercadorias, cerca de 9% do valor do frete é composto por esse tipo de custos com segurança: escolta armada, gerenciamento de risco, seguro, etc. Além disso, conforme a Associação Nacional de Transporte de Carga e Logística, a NTC, entre 2006 e 2011, por exemplo, houveram 70 mil ocorrências de roubos de carga, o que causou um prejuízo de R$ 5 bilhões.


Além dos números nada animadores no que diz respeito ao roubo de mercadorias em trânsito, algumas cargas são mais difíceis de se fazer seguro, especialmente por conta do limite de valor segurado, trazendo uma preocupação extra para empresas que devem então desprender mais investimentos com escolta e monitoramento, o que, por si só, muitas vezes não garante 100% a segurança da carga até o seu destino. Assim, o uso da blindagem dos caminhões vem bem a calhar com o intuito de complementar o esquema de segurança, bem como reduzir custos, já que o investimento inicial feito com a blindagem "se paga" em pouco tempo. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), Christian Conde, "A demanda tem sido um pouco mais forte há cerca de três anos e algumas empresas começaram a trabalhar esse nicho, já que as transportadoras enxergam a blindagem como uma possibilidade de reduzir o custo do seguro”.


O processo feito nos caminhões é bem parecido com o de automóveis: os vidros são blindados via laminação e a cabine recebe manta de aramida e tem as trancas e juntas reforçadas. Fora isso, o que algumas transportadoras tem também optado é pela "blindagem" da carroceria, que na verdade trata-se de uma proteção extra anti arrombamento, deixando-a mais reforçada e também com fechadura randômica que só pode ser aberta quando chega no destino em segurança. Tanto motoristas – que tem mais tranquilidade para seguir viagem – como quem contrata o transporte –  empresas que tinham de cinco a seis assaltos por mês, após a aquisição do serviço tiveram esse número zerado – só vêem vantagens na aquisição do serviço que está crescendo e que com certeza atingirá números ainda maiores.


Fonte: Imagem

1 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333