Buscar
  • Manta de Aramida

Congestionamentos aumentam o risco de assaltos

Ao ligar o noticiário da manhã, as notícias não costumam variar muito e, entre uma ou outra coisa mais leve para se começar o dia, o que geralmente ouvimos são os pontos com congestionamentos e casos de violência como furtos, roubos, assassinatos, arrastões e etc. O fato de ambos serem recorrentes todos os dias não é totalmente ao acaso. Na verdade a questão do trânsito crescente e da quantidade de assaltos está intimamente ligada.


Fazendo uma busca rápida na internet ou em registros policiais, vemos que há uma quantidade enorme de casos de assaltos e arrastões no trânsito, mais especificamente em congestionamentos. Nesses momentos os assaltantes aproveitam da falta de mobilidade de motoristas ou ainda um momento de desatenção para subtrair bens, ameaçar e até sequestrar. E o pior é que não é preciso muito: basta parar em um semáforo ou diminuir a velocidade para se passar em uma lombada para ser surpreendido. Segundo levantamento da Polícia Militar são nessas ocasiões – e também em congestionamentos e ruas, avenidas e até estradas e ao entrar ou sair de casa – que mais acontecem os casos de assaltos.


Em cidades como São Paulo, por exemplo, que tem uma frota enorme de veículos circulando e que tem congestionamentos todos os dias e em diversos horários, é super comum esse tipo de abordagem. O mesmo em estradas que levam ao litoral, como por exemplo, as rodovias Anchieta/Imigrantes que ainda esse mês de setembro tiveram casos de assaltos no congestionamento. As pessoas tentam sair da cidade para descansar e ainda assim sofrem esse tipo de ameaça. O que fazer então para evitar esse tipo de situação?


As dicas são basicamente as mesmas: evitar andar com vidros abaixados, estar atento ao trânsito e à movimentação de pessoas suspeitas e não reagir caso seja abordado. Essas são atitudes preventivas, mas que, por mais cuidadosa e atenta que a pessoa seja, não há muito que se fazer para impedir uma possível ação mais agressiva. O que vemos como tendência à esse tipo de ação criminosa é o uso crescente de veículos blindados, com o objetivo de garantir a segurança do condutor e de sua família, já que não é possível contar apenas com a sorte ou com a atenção de cada um.


Fonte: Imagem

0 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333