Buscar
  • Manta de Aramida

Cresce o número de veículos blindados em Natal (RN)

Em artigo do nosso blog do último mês de maio (2017), vimos que a quantidade de veículos blindados continua crescendo no Brasil que, segundo a Associação Brasileira de Blindagens (Abrablin), é o país que lidera a frota mundial de blindados com um total por volta de 160 mil veículos pertencentes a civis e esse número só cresce.


Nesse mesmo artigo destacamos o estado da Paraíba que apenas em 2016 teve 51 veículos blindados de acordo com o Sistema de Controle de Automóveis do Exército Brasileiro.


Não muito diferente da Paraíba, que não possui empresas especializadas em blindagem e precisa recorrer aos estados do Ceará ou de Pernambuco, no Rio Grande do Norte, mais especificamente na capital do estado, Natal, a única blindadora da cidade fechou 2016 com 65 veículos blindados e a expectativa para 2017 é de 100 veículos. Apenas no primeiro semestre 50 carros já foram blindados e outros 17 estão na fila.


Segundo Paulo Gustavo Muniz, administrador da blindadora, que trabalha nesse segmento por mais de dez anos e que saiu de Recife para Natal porque diz ter percebido uma grande oportunidade na cidade, os assaltos a carros são o principal motivo para o aumento da procura por esse tipo de serviço. Segundo ele: “Natal está uma guerra e as pessoas passaram a procurar um modo pessoal de se defender disso”. Um outro motivo para a procura está relacionado a rebelião ocorrida no complexo da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no último mês de janeiro.


O custo médio para blindagens de carros com potência mínima de 10 cv é de R$38 mil. Embora os modelos que mais recebem blindagem sejam as SUVs e as picapes, Paulo Ricardo observa que, por causa do aumento de roubos e furtos, “donos de carros populares também passaram a procurar o serviço”.


Um empresário da construção civil que preferiu não se identificar, contou que inicialmente optou pela blindagem para oferecer mais segurança aos funcionários nas viagens entre a capital e as cidades do interior. Por causa da crescente sensação de insegurança, atualmente o o veículo no cotidiano. “Ninguém gosta de se sentir preso em um carro ou condomínio fechado, mas infelizmente é preciso ser assim para se proteger”. Para confirmar essa “crescente sensação de insegurança”, o empresário contou que graças ao veículo blindado, conseguiu escapar de um assalto esse ano. “Alguns homens se aproximaram de mim, tentaram fechar meu carro e chegaram a colidir na traseira para assaltar, mas consegui ligar a sirene e fugir”.


Fonte: Tribuna do Norte

Imagem

0 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333