Buscar
  • Manta de Aramida

Diferenças técnicas são fundamentais na escolha da manta de aramida de 7,8 ou 9 camadas, nível III-A

Preciso necessariamente comprar manta de 9 camadas para proteger meu cliente para blindagem Nível III-A?

Não, uma manta de 9 camadas pode ou não garantir a proteção balística para o nível III A. Ela garantirá se o Retex do fabricante assim o indicar. Somente após testada de acordo com a norma ABNT NBR 15000, ela pode ser considerada adequada para o nível III-A. Vamos entender melhor os fatores que influenciam o número de camadas nas questões abaixo.


Qual o critério de escolha para manta de 9 ou 8 camadas?

O critério a ser utilizado para essa decisão é a analise do RETEX do produto testado de acordo com a norma ABNT NBR 15000. Se, de acordo com o RETEX, uma manta constituída de 8 camadas de tecido de aramida + placa de aço de 0,6 mm tiver como destino uma blindagem a ser ancorada em material inferior ao aço de 0,6 mm, o blindador deve aumentar o número de camadas para suprir a diferença de resistência entre o aço do material testado e a resistência do material do carro a ser blindado.


Hoje, existem modelos de carros que usam peças isoladas com materiais distintos do aço de 0,6 mm. como por exemplo a tampa traseira da Evoque. Somente testes balísticos específicos para cada tipo diferente de material (alumínio, fibra, etc), podem indicar a decisão segura sobre o coeficiente de segurança necessário para cada aplicação. Por isso deve-se adquirir mantas de empresas que possuam laboratório balístico de desenvolvimento de produto, local onde as dúvidas acima podem ser resolvidas na prática. Lembramos ainda que, até o presente momento o Exercito Brasileiro – Campo de Provas da Marambaia, não promove testes de mantas sem a ancoragem de aço, ou seja, não existe RETEX para mantas stand alone (testadas somente na aramida).


Existe manta Nível III-A com 7 camadas? Como isso é possível?


Existe com 7 camadas e até com quantidades inferiores de camadas.


Isso ocorre em razão do(a):


  • Qualidade e tecnologia da fiação

  • Qualidade e técnica de tecelagem ( tipo de trama, peso do fio)

  • Processo de laminação empregado (autoclave, prensa)

  • Material empregado na laminação ( filme, neoprene etc)

  • Apuração do processo: pressão, temperatura, vácuo etc.


Tão importante quanto saber o número de camadas, é conhecer cada um dos elementos que sintetizam a manta balística. Assim como nas questões anteriores, o que vai atestar uma melhor técnica de um fornecedor para outro é o teste inserido no RETEX do fornecedor. Vale a pena observar que, infelizmente, há Retex com diferentes espessuras de chapa de aço de ancoragem. Por isso deve-se verificar se o aço utilizado não é de espessura diferente da utilizada normalmente nos veículos. Esse fato tiraria a utilidade do teste contido no RETEX, tornando quase impossível tirar conclusões ou fazer comparações como as suscitadas na resposta anterior.

1 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333