Buscar
  • Manta de Aramida

Mitos da blindagem automotiva

Com o crescimento da violência e sensação de insegurança no país, a blindagem automotiva está em alta, mas junto com isso surgiram oportunistas que fazem ao consumidor propostas perigosas e que acabam confundindo e prejudicando o setor de blindagem. Segurança é um assunto sério e, por isso, selecionamos alguns mitos relativos a blindagem de veículos para você não correr o risco de ser surpreendido.


- A blindagem de nível I suporta disparos de pistolas 9mm e é a melhor opção porque agrega menos peso ao veículo

A blindagem de nível I é realmente mais leve, mas isso se dá por usar menos material e componentes que garantem a blindagem do veículo. Entretanto, ela não suporta disparos de calibres mais potentes, como o de 9mm, por exemplo. Conforme a norma de resistência balística NBR 15000, para o nível I é garantida a proteção apenas de disparos de armas de calibre .22 e .38.


- Pneus podem ser blindados

O pneu, até mesmo por conta de sua constituição, não pode ser blindado. O que é possível é que as rodas recebam um sistema de proteção que permite que o veículo rode por alguns quilômetros em determinada velocidade sem maiores prejuízos.


- Existem blindagens de qualidade muito baratas, abaixo do valor praticado pela maioria das blindadoras

O processo de blindagem de veículos é extremamente complexo: o carro é totalmente desmontado e as peças e partes recebem uma a uma o reforço específico, que é personalizado conforme o modelo do carro. Além disso, os vidros originais são substituídos por especiais que garantem a sua resistência a um eventual disparo de arma de fogo. Mais que a mão de obra que deve ser especializada, há ainda todos os custos relativos ao material e à tecnologia envolvida, fazendo com que no fim das contas o procedimento todo tenha um custo elevado. Ter uma oferta muito abaixo do que é praticado pelo mercado pode significar o uso de materiais menos resistentes ou com menor qualidade, então é melhor fugir desse tipo de armadilha.


- A transparência e funcionalidade do teto solar ou panorâmico é mantida apesar da blindagem

Esse é o típico mito usado para atrair clientes. Dada a espessura e peso do vidro blindado, é impossível garantir a funcionalidade completa desse tipo de item, que não é compatível com o sistema de acionamento original. Além disso, quem busca a blindagem do veículo pretende mais segurança, e ter um teto solar – especialmente aberto – torna o veículo muito vulnerável.


- Com o uso da manta de aramida, o uso do aço é totalmente dispensado

A tecnologia permitiu que as blindagens hoje sejam feitas com aramida, o que possibilita que haja um menor peso pós blindagem no veículo e ainda garante uma excelente proteção; entretanto nas junções e términos da manta, é necessário o uso do aço para fins de acabamento. É o chamado overlap, que garante que os términos e junções da manta estejam 100% seguros e a proteção realmente efetiva.

0 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333