Buscar
  • Manta de Aramida

Paris blindada

Famosa por causa de pontos turísticos como a Torre Eiffel, o museu do Louvre, a Catedral de Notre-Dame, o Arco do Triunfo, o Rio Sena, etc., Paris, além de ser um dos destinos turísticos mais visitados do mundo com cerca de 84,7 milhões de turistas desembarcando por lá anualmente, tem sofrido desde o início de 2015 sucessivos ataques terroristas e praticamente todos eles reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico ou por pessoas a ele ligadas.


Em 2016, por conta da constante ameaça terrorista, a cidade deixou de receber por volta de 1,5 milhão de turistas de acordo com um relatório divulgado pelo comitê de Turismo da Île-de-France, região onde está localizada a capital francesa. Em dinheiro, essa queda no turismo equivale a uma perda de € 1,3 bilhão em 2016.


Como estamos falando de um montante em dinheiro que nenhum país, por mais rico que seja, quer arriscar perder, a solução é não poupar esforços para “atrair mais turistas através da qualidade no acolhimento, de campanhas de informação e principalmente no investimento em segurança”, conforme a presidente da região da Île-de-France, Valérie Pécresse.


Em meio a esse investimento em segurança, está um relacionado a um dos monumentos mais conhecidos e visitados e admirados em todo o mundo - com uma média anual de 6 milhões de visitas - a Torre Eiffel.


Segundo os oficiais franceses, a ameaça de terrorismo permanece alta e muitos lugares vulneráveis, começando pela Torre Eiffel, devem ser objeto de medidas especiais de segurança.


A parede blindada

No caso da torre, a medida será a construção de uma “parede” de vidro blindada com pouco mais de 2,5m de altura ao redor da torre. A parede de vidro substituirá as atuais cercas de metal que foram colocadas em 2016 por conta dos jogos da UEFA (campeonato europeu de futebol).


De acordo com o vice-prefeito da cidade, Francois Martin, $21,4 milhões serão gastos na obra que removerá e substituirá a “desajeitada obstrução” para dar aos turistas uma melhor visão do monumento.


Embora o projeto sofra algumas críticas, um dos principais argumentos de quem é favorável a parede blindada é que que todos os ataques, sejam eles de maior ou menor proporção, servem para lembrar de que a ameaça terrorista é constante.

0 visualização

Rua Joaquina Teófilo do Espirito Santo, 41 - Galpão A - Cumbica - Guarulhos - SP

Brasil - CEP. 07210-008

Fone (11) 99906-8788 - (11) 2478.8333